Alunas de curso gratuito de corte e costura industrial recebem certificados

Notícia

Alunas de curso gratuito de corte e costura industrial recebem certificados

Alunas de curso gratuito de corte e costura industrial recebem certificados

O mercado de trabalho de Umuarama ganhou mais um grupo de pessoas qualificadas para atuar. Na noite da última quarta-feira, 18, as turmas que finalizaram o curso de Corte e Costura Industrial pelo programa Carreta do Conhecimento receberam o certificado do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), em conjunto com a Prefeitura.
A parceria envolve ainda a Fundação Volkswagen, a Secretaria de Estado da Justiça, Família e Trabalho (Sejuf) e Secretaria Municipal de Indústria, Comércio e Turismo, por meio da Agência do Trabalhador. O prefeito Celso Pozzobom e o secretário Edvaldo Ceranto Júnior foram representados pelo gerente da agência, Reginaldo Barros, na entrega dos certificados.
“As máquinas que as alunas utilizaram para a parte prática do curso foram emprestadas pelo município. Em nome do prefeito e do secretário, parabenizamos a todas que concluíra o curso e receberam os certificados do Senai. Essa qualificação é de grande importância para a inserção de profissionais no mercado de trabalho, em uma área onde os empregadores procuram constantemente a agência”, disse o gerente.
A certificação contou ainda com a presença do gerente das unidades Sesi, Senai e IEL, Luiz Antônio Mendonça, que agradeceu o município por ter cedido as máquinas para as alunas finalizarem o curso. “Por causa da pandemia, a Carreta do Conhecimento não pode vir a Umuarama. Com isso, foi necessário montar uma estrutura no prédio do Senai e contamos com total apoio da administração municipal”, afirmou.
O curso começou com 60 alunos selecionados entre os 267 candidatos inscritos. A aula inaugural ocorreu no último dia 7, no Anfiteatro Haruyo Setogutte, no Paço Municipal. A procura superou as expectativas. “A demanda é muito grande nesta área e o interesse dos trabalhadores também, por isso a parceria teve resultado muito positivo e esperamos que agora os alunos tenham o esperado acesso ao mercado de trabalho”, afirmou o secretário Júnior Ceranto (Indústria, Comércio e Turismo).
Os inscritos foram divididos em três turmas (duas à tarde e uma à noite) e tiveram 75% do curso no formato online (para isso receberam chips telefônicos para acesso à internet) e os 25% restantes foram presenciais no Senai. As aulas online começaram no dia 5 deste mês) e para as presenciais, os alunos foram submetidos a testes rápidos de covid-19, medição de temperatura e ao cumprimento das medidas sanitárias de prevenção (uso de máscara, álcool em gel e distanciamento adequado).
O curso atende proposta da Secretaria Municipal de Assistência Social, priorizando pessoas em situação de rua e usuários do Centro POP e dos CRAS (Centros de Referência da Assistência Social). A participação foi gratuita.

[elfsight_instagram_feed id="1"]