Entidades podem fazer parte da diretoria do Conselho Municipal de Habitação

Notícia

Entidades podem fazer parte da diretoria do Conselho Municipal de Habitação

Entidades podem fazer parte da diretoria do Conselho Municipal de Habitação

O Conselho Municipal de Habitação de Interesse Social (CMHIS) estendeu prazo para que entidades se inscrevam para compor nova diretoria para o mandato do biênio 2022/2024. Representantes da sociedade civil, inclusive de associações de moradores de todos os bairros, podem apresentar sua intenção de participar de assembleia pública, agendada para as 18h da próxima quinta-feira (17) na Secretaria de Habitação.
Segundo a secretária municipal de Habitação, Edna Justino, as associações de moradores que quiserem participar devem ficar atentas ao Decreto Municipal n° 217/2021, que exige documentos registrados como a ata de fundação da instituição, Estatuto Social ou Regimento Interno, ata atualizada da última eleição do Conselho Deliberativo, ofício da instituição informando o representante legal e seu respectivo suplente, com nome completo, cargo ou função, cédula de identidade (RG), CPF, endereço, telefone e e-mail e cópia do CNPJ.

Ela explica que o CMHIS define as políticas públicas habitacionais no município, inclusive, nos aspectos econômicos e financeiros. “Para que o município possa planejar ações no setor habitacional e garantir o acesso à moradia digna, é preciso ter um CMHIS ativo, por isso é fundamental que os presidentes de associações de bairros e de entidades relacionadas à habitação participem dessa assembleia”, indica.

Após a ativação do Conselho Municipal de Habitação de Interesso Social, ele será parte do Sistema Nacional de Habitação (SNHIS), integrando município, Estado e Governo Federal. “O SNHIS foi regulamentado pela Lei Federal n° 11.124 de junho de 2005 e é direcionado às famílias brasileiras que ganham de 0 a 10 salários-mínimos, priorizando a de baixa renda, que se encontra limitada a rendimentos de até 3 salários-mínimos. A intenção do prefeito é exatamente essa: dar prioridade as famílias que mais necessitam”, detalha.

Ela ressalta que Pimentel, desde seu primeiro dia de governo, já havia sinalizado que a habitação era uma de suas prioridades máximas. “Estamos caminhando para estruturar o Plano Municipal de Habitação de Interesse Social do Município de Umuarama, que será um instrumento para o enfrentamento das necessidades habitacionais da população. Mais uma forte razão para que os representantes das associações de moradores participem da assembleia pública”, reforça, acrescentando que quem quiser mais informações, basta entrar em contato com a Secretaria de Habitação e enviar as inscrições por e-mail: cmhis@umuarama.pr.gov.br.

Fonte: Secom/PMU

[elfsight_instagram_feed id="1"]