Município recebe cartões do Comida Boa e iniciará a distribuição na segunda-feira

Notícia

Município recebe cartões do Comida Boa e iniciará a distribuição na segunda-feira

Município recebe cartões do Comida Boa e iniciará a distribuição na segunda-feira

O governo do Paraná voltou a disponibilizar os cartões do Programa Comida Boa, uma espécie de ‘vale-alimentação’ do Estado para famílias em situação de vulnerabilidade agravada pela pandemia de coronavírus. O valor mensal é de R$ 80,00, que se destinam à compra de gêneros alimentícios, materiais de limpeza e higiene pessoal.
O Estado tornou o auxílio emergencial, criado para socorrer as famílias em tempos de pandemia, em benefício definitivo e a distribuição dos cartões será feita pela equipe da Secretaria Municipal de Assistência Social, de forma contínua. A chefe da Divisão de Proteção Social Básica do município, Dayanne de Oliveira Demozzi, informa que – antes de procurar os cartões – as famílias devem consultar o link www.social.pr.gov.br/comida-boa, disponibilizado no site do governo, para saberem se fazem parte do programa.

“Em Umuarama temos cerca de 670 famílias contempladas e já existe a listagem com os nomes”, informou a secretária municipal de Assistência Social, Adnetra dos Prazeres Santana. O escritório regional da Secretaria de Estado da Justiça, Família e Trabalho (Sejuf), em Umuarama repassou os cartões para os beneficiários do Comida Boa na manhã desta quarta-feira, 15.

Segundo o chefe do escritório, Francisco Jose Bochi, este é um programa estadual de transferência de renda criado em outubro deste ano pelo governador Carlos Massa Ratinho Júnior. O benefício contribui com a segurança socioassistencial de sobrevivência e renda das famílias em situação de vulnerabilidade, com a concessão de caráter continuado.

A entrega foi feita pelas técnicas Priscila Alves e Raquel Cervinhani à secretária Adnetra e à chefe de Proteção Básica, Dayanne Demozzi. A distribuição dos cartões será feita a partir de segunda-feira, nos Centros de Referência da Assistência Social (Cras), no horário normal de atendimento – das 8h às 11h30 e das 13h30 às 17h. Os usuários serão atendidos nos dias 20, 21 e 22 (segunda, terça e quarta).

“Antes de procurar o seu Cras de referência é importante consultar o site do Comida Boa e verificar se está habilitado para receber o benefício”, recomendou Adnetra. Ela explica que o saldo do cartão não pode ser sacado – deve ser usado para compra de produtos na rede de mercados, supermercados e assemelhados que aceitam o Green Card.

Têm direito ao benefício famílias que não recebem transferência de renda do governo federal – como o Auxílio Brasil – com renda per capita de até R$ 200,00. “É essencial que a família tenha os dados atualizados no CadÚnico há no máximo dois anos e que acesse o link do programa, onde informará o seu CPF”, orienta Dayanne.

Com o programa, cerca de 100 mil famílias de baixa renda de todo o Paraná terão, com o cartão, R$ 80 mensais garantidos para auxiliar nas despesas com a alimentação e melhorar a qualidade de vida. O cartão foi criado pela Sejuf devido à pandemia. No ano passado o Estado pagou parcelas de R$ 50 e chegou a distribuir 794 mil vouchers entre junho a agosto, movimentando R$ 2,7 milhões em supermercados credenciados.

SERVIÇO
Link para desbloqueio do cartão: https://www.grupogreencard.com.br/sysweb/site/desbloqueio
Link para mais informações: https://www.justica.pr.gov.br/ComidaBoa
Lista de assinatura para retirada dos cartões pelo responsável familiar disponível no Sistema de Acompanhamento das Famílias do Programa Nossa Gente Paraná, menu ‘Comida Boa’.
O cartão magnético terá recarga mensal no dia 25 de cada mês, no valor de R$ 80,00.
A cada 90 dias a lista de beneficiários será verificada: quem atender aos critérios permanece com a recarga mensal do cartão e quem não atender mais aos critérios terá seu cartão cancelado.

Fonte e foto: Secom/PMU

[elfsight_instagram_feed id="1"]