Obra abandonada

Notícia

Obra abandonada

Obra abandonada

refeito de Umuarama cobra agilidade para conclusão do Centro de Eventos
A conclusão do Centro de Eventos de Umuarama é uma das metas prioritárias do prefeito Hermes Pimentel, que deseja inaugurá-lo ainda neste ano. Para isso ele cobrou empenho das secretarias envolvidas no projeto. “Uma obra dessa dimensão não pode ficar abandonada, se deteriorando sem ser usada. Já são quase 12 anos e até hoje não se conseguiu terminá-la, por isso estamos agilizando os processos da última etapa e a reforma para entregar a obra o quanto antes”, disse ele.

Fundamental para o desenvolvimento do turismo de negócios, o comércio e a indústria, além de poder abrigar grandes eventos, shows e exposições, atraindo a atenção de outras regiões para Umuarama, o centro enfrentou uma série de problemas desde o início da construção, que atrasaram a entrega da obra por mais de uma década.
Serão 6.125m² de área coberta, 8 mil m² de estacionamento e 1.500 m² de jardins.

A Prefeitura iniciou a construção em janeiro de 2010, com a terraplanagem, construção do barracão de 3.500 m² (para 10 mil pessoas em pé), sanitários, guaritas de entrada de serviço e estacionamento em uma área do município ao lado do Parque de Exposições Dario Pimenta Nóbrega, na PR-323.

A previsão inicial de investimento do Ministério do Turismo era de R$ 10,5 milhões, resultado de emendas parlamentares. Em 2012 foi licitada a etapa seguinte com obras estruturais (drenagem pluvial, pavimentação, rede elétrica e de iluminação, rampa de acesso, pavimentos especiais e fechamentos). A previsão de conclusão foi esticada para 2014, quando começou a construção do anfiteatro (terceira etapa).

A última etapa compreende o fechamento do foyer (hall de entrada), colocação dos vidros, piso e forração em ACM, além dos equipamentos – como sistema de ar-condicionado e mobília.
Em 2015 foram adquiridos equipamentos de escritório, móveis, câmeras e sistema de monitoramento, iluminação e sonorização, fogões e demais equipamentos de cozinha, elevando os investimentos acima dos R$ 10 milhões. Em 2018 uma empresa foi contratada para executar a 4ª etapa, que abandonou a obra antes da conclusão.

“É justamente esta etapa final que estamos desenguiçando. O abandono gerou processo administrativo, multa para a empresa e só agora pudemos viabilizar a nova licitação. Como parte dos recursos virão por meio da Caixa Econômica Federal, dependemos de aprovação antes de licitar”, lembra o secretário municipal de Indústria e Comércio, Marcelo Adriano Lopes da Silva.

Em 2020 o Centro de Eventos ganhou calçamento externo em pedra luminária. Naquele ano a construção chegou aos R$ 11 milhões investidos e foi necessário atualizar o sistema de prevenção de incêndios devido a mudanças na legislação (mais R$ 1 milhão 100 mil).

Conforme estimativa do diretor de Projetos Técnicos da Secretaria de Obras, Gustavo Felipe Bacaro, serão necessários mais R$ 1 milhão 100 mil na quarta etapa e R$ 900 mil na reforma de estruturas deterioradas, que incluem telhado, pintura e reparos em geral. “Não podemos esperar mais, nem o que já foi investido. Umuarama precisa desse espaço para trazer eventos de grande porte para nossa cidade”, disse o prefeito. “Vamos encontrar soluções e finalizar a obra o quanto antes”, encerrou.

Fonte: PMU

[elfsight_instagram_feed id="1"]