Umuarama está entre as poucas cidades com índice de mortalidade infantil abaixo de 10

Notícia

Umuarama está entre as poucas cidades com índice de mortalidade infantil abaixo de 10

Umuarama está entre as poucas cidades com índice de mortalidade infantil abaixo de 10

A mortalidade infantil e na infância é um dos principais indicadores que demonstram a qualidade da saúde para gestantes, recém-nascidos e crianças menores de 5 anos. No Brasil esse índice é de 12,4 para menores de 1 ano e 14,4 para menores de 5 anos. Em Umuarama, após quatro anos de dedicação dos profissionais, por meio de parceria entre unidades de saúde, Centro de Referência Materno Infantil (CRMI) e Centro Mãe Paranaense, esse índice foi reduzido a um dígito – 9,9 – e coloca o município entre uma lista restrita no Paraná.

Michelle Siqueira Fazoli, enfermeira coordenadora do CRMI, relata que o índice de mortalidade infantil na cidade em 2017 era 15,3, em 2018 caiu para 12,8, em 2019 subiu para 16,2, em 2020 caiu para 14,7 e agora, em 2021, chegou a 9,9 (veja tabela nesta página). “A redução da mortalidade infantil a um dígito é resultado de um trabalho em equipe que dura cerca de quatro anos, com a reorganização dos atendimentos de pré-natal nas unidades por meio da implantação de novas estratégias municipais do Rede Mãe Paranaense por meio do Programa Nascer em Umuarama”, detalha.

Ela comenta que o CRMI é referência quando se fala em atendimentos materno-infantil. “Somos responsáveis por todas as consultas especializadas nas áreas de ginecologia, obstetrícia e pediatria. Contamos com equipe especializada nos atendimentos de pediatria geral, neonatologia, gastropediatria, alergopediatria, nutrição infantil, ginecologia, obstetrícia, mastologia e nutrição infantil e materna, ou seja, um atendimento integral, abrangente, completo”, resume.

A enfermeira indicou que no CRMI são realizadas consultas em pediatria, gastropediatria, alergologia, neonatologia, nutrição infantil, ginecologia, pré-natal, mastologia e nutrição obstétrica. “Fazemos ainda biópsia de colo uterino, cauterização química e física de lesões, colposcopia diagnóstica, inserção de dispositivo intrauterino (DIU), ambulatório de pequenas cirurgias e demais demandas ginecológicas. Tanto a mamãe quanto a criança são atendidas integralmente e bem cuidadas”, observa.

O CRMI fica em frente à Secretaria Municipal de Saúde, com o intuito de facilitar o acesso da população. “Temos uma estrutura muito ampla, com 7 consultórios médicos, consultório de enfermagem, recepção, salas de espera, sala de acolhimento, banheiro, copa, expurgo, sala de esterilização e almoxarifado. Nossa equipe conta com 15 profissionais médicos (7 pediatras, 8 ginecologistas – sendo 4 obstetras), enfermeira, nutricionista, técnicas de enfermagem, recepcionista, estagiárias e serviços gerais”, aponta.

Além dessa estrutura especial, o CRMI é também ambulatório escola, onde recebemos médicos residentes e acadêmicos de Medicina da Unipar (Universidade Paranaense) e alunos dos cursos técnicos na área da saúde de toda cidade. “Contribuímos com a formação e capacitação profissional e temos como objetivo principal atender nossos pacientes com qualidade e eficiência, de modo que suas demandas sejam solucionadas e suas necessidades supridas da melhor forma possível”, finaliza Michele.

Fonte e Foto: Secom/PMU

[elfsight_instagram_feed id="1"]